VELHO
MUNDO

De um lado temos o tradicional, técnicas e culturas que foram passadas de geração em geração há séculos, ou até mesmo milênios. Vinhedos com décadas de idade que são os primogênitos da história viticultora mundial, estabelecendo o padrão do que há de melhor no universo dos vinhos.

 

NOVO
MUNDO

Do outro, as terras do descobrimento, aonde se encontrou solos incríveis, com vocação única para a produção de excelentes vinhos, bem como pessoas engajadas na união da tecnologia e tradição para produzir vinhos com identidade própria, qualidade, e inovadores.

Fundada por Tom Puyaubert, Exopto traz uma proposta diferente do contexto histórico

Todos os vinhos produzidos ali são misturas das três principais variedades de Rioja: Garnacha (por seu frutado), Graciano (por seu frescor) e Tempranillo (por sua estrutura). Com vinhedos de até 90 anos, e colheita 100% manual. No caso do Bozeto Tinto temos os três frutos fermentados a baixas temperaturas. Fresco, fácil de beber e cheio de personalidade.

 

Um vinho tinto português de grande destaque. Feito a partir das variedades de uva Aragonez (40%), Trincadeira (40%),

Alicante Bouschet (10%) e Touriga Nacional (10%), típicas de sua região de procedência. Os frutos para sua elaboração são cultivados e colhidos de forma totalmente manual. Seu amadurecimento se dá em barricas novas de carvalho francês, pelo período de um ano. O resultado é um vinho de grande complexidade aromática e de sabor. 

NOVO
MUNDO

Do outro, as terras do descobrimento, aonde se encontrou solos incríveis, com vocação única para a produção de excelentes vinhos, bem como pessoas engajadas na união da tecnologia e tradição para produzir vinhos com identidade própria, qualidade, e inovadores.

Las Veletas Grenache Mourvèdre é um vinho tinto chileno que agrada facilmente. Ele é 

elaborado a partir das variedades de uva Grenache, Mourvèdre, Carignan e Syrah, em um lote único de 7.500 garrafas, engarrafado de uma vez. Antes de ser engarrafado, estagia por doze meses em barricas de carvalho francês, adquirindo complexidade e estrutura. 

Um vinho tinto argentino marcante. Ele é produzido a partir de duas variedades de uva, a Cabernet Sauvignon 

(60%) e a Malbec (40%), resultando em um blend que representa com categoria o terroir de Agrelo. Após um estágio de seis meses em barricas de carvalho francês, o resultado é de surpreender.